No mês do Natal, Nota Paraná distribui prêmios de até R$ 200 mil

Data de postagem: 21/12/2016

 

O governador Beto Richa entregou nesta segunda-feira (19) os prêmios de Natal do Programa Nota Paraná. Três moradores de Curitiba foram sorteados com os principais prêmios do programa, que já disponibilizou R$ 339 milhões, entre premiações e créditos aos participantes. “Esse é um programa que reduz a carga tributária individual, porque devolve 30% do imposto arrecadado no varejo, ajuda a combater a sonegação fiscal e possibilita que esse dinheiro seja revertido em mais serviços em prol da população”, disse o governador.

Por ser sorteio especial de Natal, os valores foram multiplicados por quatro e os ganhadores dos principais prêmios receberam R$ 200 mil, R$ 120 mil e R$ 80 mil. 

A bancária e artista plástica Cintia Cimbaluk, de 32 anos, ganhou o prêmio principal, no valor de R$ 200 mil. “Foi uma surpresa. Recebi a ligação avisando e ainda demorei uma hora e meia para acessar a minha conta no Nota Paraná porque estava sem a senha. Demorei um pouco para me cadastrar no programa. Mas minha mãe sempre cantava a música da propaganda e daí comecei a pedir CPF na nota. Fiquei muito feliz com o prêmio”, disse ela, que considera um presente antecipado do seu aniversário, comemorado no próximo dia 28. Cintia contou que pretende investir o dinheiro na carreira de artista plástica.

Funcionária da Sanepar, Ana Vera Otto, de 49 anos, também não esperava ganhar prêmios quando se cadastrou no Nota Paraná, mas recebeu R$ 120 mil. “Agora vou reformar minha casa, trocar de carro e pagar a faculdade da minha filha no ano que vem”, comemorou. 

O prêmio de R$ 80 mil foi para o empresário do ramo de transporte João Francisco Sippel, de 55 anos, que não perde a oportunidade de pedir documento fiscal quando abastece seus veículos. “Sempre pedi nota. Agora vou investir para reformar a minha frota de veículos e comprar equipamentos”, disse. 

SORTEIOS - Além de devolver parte do imposto pago pelos contribuintes em compras do varejo, todos os meses o programa conta com sorteios de 250 mil prêmios em dinheiro. Os três maiores são de R$ 50 mil, R$ 30 mil e R$ 20 mil e, em datas especiais, como o Natal, mês das mães, dos namorados, dos pais e das crianças, eles são quadruplicados. Os outros prêmios têm valores menores, de R$ 10, R$ 20, R$ 50, R$ 250 e R$ 1 mil. 

“O Paraná é hoje referência em gestão fiscal. E o Nota Paraná é um programa que permite um ganha-ganha, tanto para o consumidor quanto para o governo. Quem perde é o sonegador”, afirmou o secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa. 

O secretário destaca que o programa vem sendo aprimorado, inclusive com o lançamento do Menor Preço, aplicativo que utiliza a base de dados do Nota Paraná, com emissão de 3,8 milhões de notas por dia, para permitir a pesquisa de preços pelo consumidor. “O Menor Preço ajuda a combater a a inflação, na medida em que aumenta a disputa no comércio”, disse. 

AJUSTE FISCAL - O governador Beto Richa ressalta que o programa foi lançado como parte do ajuste fiscal, que permitiu hoje o Paraná ter a melhor situação fiscal entre os Estados. “Isso nos permitiu ser o único Estado a conceder reajuste aos servidores. E não foi um reajuste pequeno. Foram 10,67% de aumento. Da mesma forma, conseguimos aumentar investimentos. Investimos R$ 6 bilhões em 2016 e para o próximo ano já estão previstos mais cerca de R$ 8 bilhões”, disse.

O governador citou algumas ações recentes do governo, como a aquisição de 1,2 mil viaturas para Polícia Militar, a colocação de mais 2,2 mil policiais nas ruas e a reforma e melhorias de mil escolas da rede estadual de ensino. 

Até agora, foram distribuídos 3,25 milhões de prêmios em 13 sorteios, que somam R$ 39 milhões (em dezembro foram R$ 3,14 milhões). Somados aos créditos, já foram disponibilizados pelo programa R$ 339 milhões. Hoje, o Nota Paraná conta com 1,24 milhão de cidadãos cadastrados. O total de créditos liberados a consumidores em dezembro, referente a compras de agosto de 2016, foi R$ 20,5 milhões.

Toda primeira compra do mês gera um bilhete, independentemente do valor. Depois, cada R$ 50 em notas fiscais dá direito a um novo bilhete, com validade apenas para o sorteio do seu respectivo período (o sorteio é realizado quatro meses depois). O mesmo CPF pode receber mais de um prêmio no sorteio.

As instituições sem fins lucrativos receberam no mês R$ 1,6 milhão em créditos e R$ 389 mil em prêmios. Até agora, as instituições cadastradas no programa já tiveram acesso a R$ 7,6 milhões, sendo R$ 6,3 milhões em créditos e R$ 1,3 mil em prêmios de sorteios. 

As instituições sem fins lucrativos que participaram do sorteio fizeram cadastro, conseguiram doações de notas fiscais de compras do varejo e também tiveram direito a parte do imposto pago pelos varejistas. Foram beneficiadas instituições de Saúde, Assistência Social, Defesa e Proteção Animal, Desportiva e Cultural.

Para Marco Sanfelice, coordenador de projetos e recursos do Hospital Cajuru e Santa Casa de Misericórdia, o programa dá fôlego para as instituições principalmente em um momento difícil para a economia. “Nesse primeiro ano já recebemos R$ 250 mil”, diz.

Fonte: http://www.fazenda.pr.gov.br/


  • Compartilhar:

Veja Também